sábado, 17 de julho de 2010

Revisão para prova de Biologia 1º ano do Ensino Médio

Revisão Avaliativa de Biologia - 1º ano do Ensino Médio

Nome________________________________________ nº _________ turma: __________________

Professora: Fernanda Aires Guedes Ferreira




Figura de uma célula Procarionte:

Figura de uma célula Eucarionte Animal:

Figura de uma célula eucarionte vegetal:


1. Em que se diferenciam as células procarióticas das eucarióticas?
As células procariontes não possuem carioteca, membrana que envolve o núcleo, já as células eucariontes possuem carioteca. Somente o Reino Monera, que tem como representantes as bactérias e algas azuis, possuem células procariontes os demais seres vivos são eucariontes.

2. Por que os vírus são chamados de parasita intracelular obrigatório?
Os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios pelo fato de não conseguirem se multiplicar fora de uma célula. Portanto eles necessitam sempre da presença de um ser vivo para sobreviverem. Além disso são seres acelulares ( não são formados de células).

3. Diferencie reprodução sexuada de assexuada.
Na reprodução assexuada ou agâmica, um organismo se divide em duas ou mais partes que formarão novos organismos. É comum nos seres unicelulares. Na reprodução sexuada ou gâmica acontece a formação de células especiais denominadas gametas. É necessário que o gameta masculino se uma ao gameta feminino para acontecer a formação de um novo organismo. É comum nos seres pluricelulares.
4. Comente sobre a teoria mais aceita atualmente sobre a formação do universo.

Uma das teorias científicas mais aceita para explicar a origem do universo é a teoria do Big-Bang ou da Grande Explosão. Em 1916 Albert Einstein publicou a teoria da relatividade, onde dizia que o universo estaria se expandindo ou então se contraindo, contrariando a idéia de que o universo seria estático ou inerte, aceito até então.
A partir daí, diversas pesquisas foram feitas com a ajuda de telescópios, e os cientistas puderam deduzir que o universo realmente se expandia, porém de modo ordeiro. Para entendermos a idéia do Big-Bang devemos fazer o caminho contrário. Ou seja, se ao invés de o universo se expandir a todo momento, ele fosse contraído. Todo o universo convergiria, até voltarmos a um único ponto de origem, o ponto inicial de matéria.
Há uns 15 a 20 bilhões de anos atrás o universo não existia, nem o espaço vazio, nem mesmo o tempo. Tudo o que havia era uma esfera extremamente pequena, do tamanho da ponta de uma agulha. E esse pontinho há cerca de 18 bilhões de anos teria se explodido formando o universo atual.
Essa explosão aconteceu numa fração de segundos, inflando o universo numa velocidade muito superior à da luz. Essa explosão causou a expansão do universo, a qual é observada até os dias atuais, o que traz grandes reforços a teoria do Big-Bang. Após o Big-Bang e a partir da matéria proveniente dele, foram se formando as constelações. Os planetas teriam se formado a partir de restos de nuvem cósmica que surgiram após a grande explosão.
Mas, apesar de ser uma tendência investir na teoria do Big-Bang, temos de considerar que o argumento que o endossa possa ser um fenômeno regional. Ou seja, essa expansão esteja acontecendo apenas nos limites observáveis do universo, até o alcance do mais potente telescópio, o Hubble. Diante disso existe a possibilidade desse fenômeno não atender todo o universo. Nesse caso, o que até hoje foi observado seria somente um processo de dilatação regional de causa ainda desconhecida.

5. Diferencie a teoria da Abiogênese da Teoria da biogênese. Qual das duas é aceita atualmente?
Durante a história da evolução das espécies, diversos estudos e compreensões surgiram a respeito da origem e propagação da vida na Terra. Surgiu-se então, duas linhas bem divergentes de estudo: Biogênese e a Abiogênese, os cientistas adeptos concordavam e discordavam de um ponto de partida crucial: Poderia a vida surgir da não vida!  Há quem defendia a teoria da geração espontânea (os abiogenistas), explicando a origem da vida a partir da matéria não viva, por exemplo, a procedência de anfíbios e répteis nascidos espontaneamente da matéria orgânica (lodo) no substrato dos lagos, ou mesmo o surgimento de ratos (na realidade atraídos) a partir de receitas cujos ingredientes envolviam roupas sujas suadas e grãos de cereais depositados em ambiente escuro, ou seja, umidade, temperatura, alimento e meio reprodutivo para esses roedores.  Contudo, diante o contra-senso (absurdo) proposto por essa inconsistente tendência, opunha-se os adeptos biogenistas, afirmando que a vida somente pode surgir de outro ser vivo preexistente.
Entre os experimentos que contestavam e definitivamente colaboraram com o fim da teoria da geração espontânea, destacam-se os procedimentos realizados por Francesco Redi e Louis Pasteur. Cada qual reconhecido respectivamente pelo método experimental, impedindo a contaminação de suas amostras orgânicas por vermes (larvas de moscas) e germes (microorganismos suspensos no ar), utilizando respectivamente frascos vedados com gaze e balões de vidro com gargalo modificado (esticado e curvado / pescoço de cisne).

Resumindo: Biogênese é a teria mais aceita e plausível pois, afirma que a vida somente pode surgir de outro ser vivo preexistente e a Abiogênese que atualmente não tem mais nenhum crédito afirma que os seres vivos podém originar da matéria não-viva.

6. Em meados do século XVII houve muita polêmica sobre a origem dos micróbios. Sobre essa polêmica responda:



a) Quem foi o cientista a observar pela primeira vez o microorganismos?
Pelo holandês Antonie van Leeuwenhoek ( 1632-1723)

b) Com qual instrumento o primeiro cientista visualizou os microorganismos? Quem fabricou tal instrumento?
Descobriu os micróbios usando um microscópio simples que ele mesmo fabricou.

7. Explique resumidamente sobre:



a) Força vital: Teoria da força vital foi uma antiga teoria em que se acreditava que apenas seres vivos pudessem produzir matéria orgânica. Sendo a força vital o poder de possuir vida.

b) Reprodução: Nome que se dá ao processo onde os seres vivos são capazes de produzir outros seres vivos semelhantes a si mesmos, dessa forma as espécies se mantêm através dos tempos. Há dois tipos fundamentais de reprodução: assexuada e sexuada.

c) Pasteurização:  é o processo usado em alimentos para destruir microrganismos patogênicos ali existentes. Foi criado em 1864, levando o nome do químico francês que o criou: Louis Pasteur. A pasteurização reside basicamente no fato de se aquecer o alimento a determinada temperatura, e por determinado tempo, de forma a eliminar os microrganismos presentes no alimento. Posteriormente estes produtos são selados hermeticamente por questões de segurança, evitando assim uma nova contaminação. O avanço científico de Pasteur melhorou a qualidade de vida dos humanos permitindo que produtos como o leite pudessem ser transportados sem sofrerem decomposição.

d) Heterótrofo: são seres vivos que capturam a matéria orgânica existente no ambiente, como exemplos os animais.

e) Autótrofo: são seres vivos que utilizam a matéria inorgânica para sintetizar matéria orgânica, como exemplo, os vegetais.

f) Geração espontânea: outra denominação usada para teoria da abiogênese.

g) panspermia: A panspermia, proposta no fim do século XIX, é uma teoria que busca explicar a origem da vida. Segundo ela, nosso planeta foi povoado por seres vivos ou elementos precursores da vida oriundos de outros planetas; que se propagaram por meteoritos e poeira cósmica até a Terra.  Essa teoria ganhou mais força com a descoberta da presença de substâncias orgânicas oriundas de outros locais do espaço, como o formaldeído, álcool etílico e alguns aminoácidos. A descoberta de um meteorito na Antártica, na década de 80, contendo um possível fóssil de bactéria também reforça a panspermia. Para muitos, aceitá-la apenas responderia sobre o surgimento da vida na Terra tornando, ainda, obscura a resposta acerca de como ela se formou, realmente. Além disso, muitos cientistas argumentam sobre a possibilidade quase negativa de seres extraterrestres atravessarem os raios cósmicos e ultravioletas sem serem lesados.

h) célula: Menor unidade morfológica dos seres vivos.

8. Explique como ocorre a formação de gêmeos idênticos e não-idênticos.

Observe o desenho:
Idênticos ou monozigoticos ou univitelinos: Ocorre através da divisão do embrião. Como o embrião que se divide é fruto do mesmo óvulo e do mesmo espermatozóide, cada parte da divisão do embrião dará origem a partes iguais, formando indivíduos com as mesmas caracteristicas físicas e genéticas. Portanto se é o mesmo embrião que se divide não tem como nunca nascer um casal de gemeos univitelinos.

Não-identicos ou fraternos: Ocorre quando uma mulher está no mesmo mês ovulando nos dois ovários ao mesmo tempo, nesse caso durante a relação sexual dois ovários poderão receber espermatozóide e formar um embrião. Como foi preciso de dois óvulos e dois espermatozóide cada embrião terá sua própria carga genética e os dois indíviduos serão diferentes. Por isso nesse caso pode acontecer de nascer um casal de gemêos ou gêmeos de sexos iguais.

9. Quando a vida na Terra surgiu, de acordo com os cientistas?
Há quatro e cinco bilhões de anos.

10. Explique o que é fermentação?
Fermentação é um processo utilizado pelas bactérias para obter energia, não utiliza oxigênio e decorre no citoplasma das células, sendo que cada etapa é catalisada com a ajuda de diferentes enzimas.

Algumas indústrias se utilizam desse processo na produção de alguns produtos, conhecidos de todos nós, como por exemplo:
  •  iogurte é produzido pela famosa fermentação lática, onde as bactérias, denominadas de lactobacilos, produzem ácido lático;
  • pão e cerveja são produzidos pela fermentação alcóolica, onde a fermentação é realizada por fungos (anaeróbicos facultativos), que produzem no final álcool;

  • vinagre à produzido pela fermentação acética, que consiste numa reação química, onde ocorre a oxidação parcial do álcool etílico, obtendo o ácido acético. As bactérias que realizam esse processo são as acetobactérias.
Beijinhos. Fernanda!